TRABALHO | 03 de fev

O que é ser um nômade digital

Mesmo com a revolução tecnológica e o avanço da internet, trabalhar remotamente, sem precisar estar todos os dias no escritório, foi por muito tempo algo considerado impensável.

Porém, hoje se o profissional preferir, é totalmente possível realizar suas atividades apenas utilizando o seu computador com acesso à internet.

Muitos profissionais têm encontrado nessa modalidade de trabalho uma melhor qualidade de vida, assim como novas oportunidades de trabalho.

E se você tem interesse em aprender um pouco mais sobre o assunto e encontrar dicas de como se tornar um nômade digital, basta acompanhar este post até o final.

Vamos lá?

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

  • Afinal, o que são nômades digitais?
  • Origem do termo nômade digital
  • Vantagens e desvantagens de ser um nômade digital
  • Como posso me tornar um nômade digital?

Afinal, o que são nômades digitais?

Termo utilizado para definir aqueles que usam a internet e suas tecnologias para trabalhar remotamente. Os nômades digitais ganham dinheiro e vivem sem a necessidade de se fixar em um só lugar.

Um nômade digital pode conseguir, com trabalhos simples, ter um faturamento anual alto e um estilo de vida agradável e confortável.

Podemos definir como uma característica essencial aos nômades digitais o fato de passarem muito tempo fora, em constante movimento, mantendo uma renda enquanto trabalham online.

A mobilidade realmente permite isso, dependendo da moeda, é totalmente possível viver em algum lugar com um custo bem mais baixo do que nas grandes cidades brasileiras.

No entanto, para que alguém realmente possa ser considerado um nômade digital, é necessário que tenha um trabalho remunerado ou negócio próprio 100% online e faça viagens e mudanças constantes de um lugar para outro.

Assim, não basta apenas ter um trabalho remoto e viver no mesmo lugar, tampouco viver viajando, mas não trabalhar pela internet. É necessário ter a combinação desses dois elementos para que possa ser considerado um nômade digital.

Esses profissionais geralmente são vistos com seus notebooks trabalhando em espaços de coworking, cafés, hotéis e hostels ao redor do mundo.

Origem do termo nômade digital

O livro homônimo Digital Nomad (Wiley, 1997) foi o responsável por atribuir o termo nômade digital,  o qual prevê um retorno ao nomadismo associado às novas tecnologias — o “estilo de vida do futuro. O termo somente passou a ser utilizado por volta de 2014.

Os autores, Tsugio Makimoto e David Manners, entendem que a combinação do mundo digital com a urgência natural do ser humano em desbravar novos lugares acaba dando origem a uma sociedade de nômades digitais.

E eles não estavam errados, pois o número de adeptos a este estilo de vida cresce a cada dia.

Vantagens e desvantagens de ser um nômade digital

Se você decidiu ler este artigo é porque, muito provavelmente, já conhece algumas das vantagens de se tornar um nômade digital, dentre elas maior liberdade de ir e vir e, também,  flexibilidade de horário de trabalho.

Por exemplo, para que você possa compreender melhor, digamos que você decidiu acordar hoje às 6 da manhã para finalizar um trabalho até o horário do almoço. E, assim,  ter o restante da tarde para explorar a cidade que está visitando pela primeira vez.

 Após ter tido um dia de turista, você decide terminar a noite em uma festa com os amigos.

No outro dia, você provavelmente acorda um pouco mais tarde, porém, tem a possibilidade de trabalhar o resto do dia até à noite para entregar os outros trabalhos dentro do prazo.

Isso somente é possível porque seus horários são flexíveis, e você tem a liberdade de fugir da rotina sempre que tiver vontade. Porém, nem tudo são flores, conheça agora algumas das principais desvantagens.

Desvantagens de ser um nômade digital

Infelizmente, não são todas as pessoas que têm motivação suficiente para trabalharem sozinhas, sem ter um chefe comandando ou os horários da empresa para cumprir. Outras pessoas não tem a habilidade para se organizarem financeiramente. 

Em um trabalho formal, dentro de uma empresa, o indivíduo já sabe o valor fixo que irá receber ao final de cada mês, que terá férias pagas e, quem sabe, mais alguns outros benefícios como seguro saúde, dentista, vale-alimentação, e por aí vai.

Já um nômade digital precisa saber o quanto será necessário trabalhar para pagar as suas contas, as despesas do dia a dia, assim como as visitas ao médico e, claro, fazer algumas economias.

É necessário saber separar o horário de lazer, assim evitam-se alguns imprevistos como trabalhar em seu laptop com areia voando no seu rosto e a luz do sol ofuscando a sua visão.

Por exemplo, você pode passar as horas de trabalho dentro de um quarto de hotel, sentado em uma mesa, totalmente focado em sua atividade. Ou escolher trabalhar em coworkings (locais de trabalho compartilhado), áreas comuns de hostels ou em cafés, ao invés de ficar sentando na areia da praia.

Como posso me tornar um nômade digital?

Bem,  agora que você já conhece o que é ser um nômade digital e suas principais vantagens e desvantagens, que tal descobrir como se tornar um nômade digital?

Primeiramente, vamos falar um pouco sobre o que você precisa considerar antes de se tornar  um viajante, sem perder seu ritmo de trabalho.

Vamos lá?

Planeje-se bem antes de começar

Para que você possa trabalhar como nômade digital será necessário considerar alguns aspectos, principalmente financeiros. Por isso, nossa primeira dica é, antes de partir, quite as suas dívidas e deixe de lado qualquer problema que tiver com dinheiro.

Saiba que a sua nova vida dependerá muito da sua estabilidade financeira. Neste caso, ter dívidas pode ser uma baita preocupação em sua jornada. Portanto, livre-se dessa possibilidade para aproveitar ao máximo sua nova experiência.

Capacite-se o máximo possível

Para que você possa trabalhar e viajar será necessário ter o mínimo de capacitação para isso. Faça cursos online antes de qualquer viagem, eliminando a possibilidade de precisar de uma certificação enquanto estiver em outro lugar.

Tenha um plano B

É necessário ter em mente algumas coisas antes de tentar sair de casa. Por exemplo, você precisa saber para onde vai e o tempo de estadia.

Uma dica importante: nunca saia de casa sem conhecer a cidade para onde você deseja ir. Veja se o seu o plano de saúde e de seguro atendem no local; caso você os tenha, é bom refletir a esse respeito.

Se você deseja ir para um país diferente, conheça a documentação necessária. E, claro, nesse país – ou qualquer outro local – você precisa saber se comunicar com os moradores, não só por causa do trabalho, mas também para fazer novas amizades.

No caso, o  idioma o mais recomendado é o inglês, por se tratar de uma língua universal.

E aí? O que achou do artigo? Curta e compartilhe a sua opinião conosco!

Dúvidas, críticas ou elogios deixem nos comentários.

Até a próxima!

Fontes

https://chickenorpasta.com.br/2019/5-passos-para-se-tornar-um-nomade-digital

https://www.worldpackers.com/pt-BR/articles/nomades-digitais-guia-para-se-tornar-um

https://focanodinheiro.neon.com.br/empreender/o-que-e-nomade-digital

https://exame.abril.com.br/carreira/como-voce-pode-ser-um-nomade-digital-para-viver-e-trabalhar-de-onde-quiser/

https://enotas.com.br/blog/nomade-digital/

https://vaicombruno.com.br/nomade-digital/nomade-digital-trabalhe-online-viajar-mundo/

dini sohbetler islami chat dini chat islami sohbet dini sohbet islami sohbetler islami forumlar sohbet cinsel sohbet chat odaları İstanbul evden eve nakliyat sohbet chat Bets10 giriş bodrum escort bodrum escort Tipobet giriş Tipobet buy Instagram followers 1xbit hd porno izle diyarbakır escort kayseri escort buy Instagram followers
.