CCBEU | 16 de out

CIDADANIA AMERICANA: APENAS UMA VEZ

Você sabe o que é o “green card”? Então, é um documento que permite uma pessoa a residir nos Estados Unidos, dando a permissão, também, para que se tornem cidadãos americanos e atualmente, quase 9 milhões de pessoas possuem esse documento. E o presidente Obama está, cada vez mais, incentivando as pessoas a adquirirem esse tipo de “licença”.

Os cidadãos possuidores do green card possuem direitos, deveres, privilégios, responsabilidades e liberdades, independentemente da raça, etnia e questão financeira, como qualquer pessoa que nasceu em terras norte americanas.

Dentro dos direitos, está incluso o direito ao voto, liberdade de expressão e claro, o direito de aproveitar aquilo que a Declaração de Independência chama de “vida, liberdade e a busca da felicidade”.

Obama incentiva esses processos pois os novos cidadãos são de importância fundamental para a continuação da vitalidade social e do crescimento econômico do país. Mais de 650 mil pessoas adquiriram a cidadania americana em setembro de 2014. E a diversidade crescente que está presente nos Estados Unidos é motivo de orgulho, visto que a maioria dos novos cidadãos vieram da Europa do Norte ou Oriental e hoje contribuem para a cultura.

Os americanos acolhem de uma maneira única os novos cidadãos e várias portas são abertas para esse público, mesmo que algumas conversas não digam a mesma coisa.

Em 1790, o Congresso definiu o primeiro padrão nacional para cidadania naturalizada e não requereu nenhum teste étnico ou religioso, exame de alfabetização ou exigência de propriedade. E essa ideia está presente até hoje.